Buscar
  • Instituto Proctogastro

O que causa a Esteatose Hepática?

Você já ouviu falar de esteatose hepática? Ela é uma condição que pode manifestar-se na infância e atinge mais as mulheres. Estima-se que aproximadamente 30% da população pode apresentar sintomas dessa condição.

A Esteatose Hepática ocorre quando a gordura infiltra entre as células do fígado, de forma constante e por tempo prolongado. Ela pode evoluir para uma inflamação capaz de provocar casos graves de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até mesmo o câncer.


Mas afinal, o que causa a Esteatose Hepática?


Essa condição pode ter duas classificações, que norteiam o diagnóstico e a sua causa. Ela pode ser: Alcóolica e Não alcóolica.

Como o próprio nome leva à dedução, a esteatose hepática alcoólica é provocada pelo consumo excessivo de álcool, seja ele regular ou esporádico.

Já a esteatose hepática não alcoólica é provocada por estilo e hábitos de vida inadequados, sendo os principais causadores:

  • Obesidade.

  • Gravidez;

  • Sedentarismo;

  • Diabetes;

  • Má alimentação;

  • Colesterol alto;

  • Pressão alta;

  • Uso de medicamentos como corticoides, estrógeno, amiodarona, antirretrovirais;

  • Inflamações crônicas no fígado.

Por conta da produção natural do estrógeno durante a gravidez, as mulheres têm grandes chances de desenvolver essa condição.

Nos quadros leves, são sintomas da Esteatose Hepática:

  • Dor no abdômen;

  • Cansaço e fraqueza;

  • Perda de apetite;

  • Aumento do fígado e barriga inchada;

  • Dor de cabeça constante.

Nos quadros mais graves dessa condição os sintomas são: acúmulo anormal de líquido dentro da cavidade abdominal; encefalopatia e confusão mental; hemorragias e icterícia.

O diagnóstico da esteatose hepática é realizado por meio de exames laboratoriais e de imagens, que detectam as alterações no fígado.

O tratamento dessa condição é determinado de acordo com as causas e estágios da doença. No entanto, ele se baseia em três pilares: estilo de vida saudável; alimentação equilibrada e hidratação regular e prática regular de exercícios físicos.


#institutoproctogastro#drrodrigobruno#coloproctologista#cirurgiaogeral#dii#doençasinflamatoriasintestinais#saudeintestinal

123 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo